Salão do Movimento

JUSSARA MILLER

É bailarina, coreógrafa, diretora, preparadora corporal e professora de dança e educação somática, com atuação artística em processos colaborativos de criação entre linguagens: dança, teatro, literatura, fotografia e vídeo. É Mestre e Doutora em Artes e graduada em Dança pela UNICAMP. É docente do Curso de Graduação em Dança da UNICAMP e da Pós-Graduação lato sensu em Técnica Klauss Vianna da PUC-SP.

É diretora e professora do Salão do Movimento, um espaço de ensino, pesquisa e criação em dança e educação somática que, desde 2001, proporciona atividades pedagógicas e artísticas que têm como foco a reflexão do corpo e o estudo do movimento consciente fundamentado na Técnica Klauss Vianna.

É autora dos livros: “A Escuta do Corpo – Sistematização da Técnica Klauss Vianna”. (Summus, 4ª ed. 2007) e “Qual é o corpo que dança? Dança e educação somática para adultos e crianças” (Summus, 2012), além de diversos artigos publicados em revistas acadêmicas. (Confira estas e mais na seção Publicações)

Em 1988, iniciou a sua pesquisa sobre dança e educação somática, tendo como mestres: Klauss Vianna e seu filho Rainer Vianna. Posteriormente, foi professora da Escola Klauss Vianna, em São Paulo (1992-1995).

Foi idealizadora e curadora dos eventos de dança: “Ciclo Klauss Vianna-2002” e “Festival CPFL de Dança Contemporânea Klauss Vianna-2005”, em celebração aos dez anos da morte de Klauss Vianna e Rainer Vianna, respectivamente, ambos realizados em Campinas/SP. Além dos eventos: “Roda: girando diálogos de dança”, premiado pela Caixa Cultural – 2006, realizado em Brasília/DF e “Salão do Movimento – 15 anos”, evento comemorativo realizado em Campinas/SP, em 2016.

Realizou apresentações, oficinas e palestras em diversos eventos nacionais e internacionais de dança, compartilhando a sua ampla experiência artística e pedagógica. 

Em 2016, participou como colaboradora e assessora de pesquisa do solo de Angel Vianna “Amanhã é outro dia”, com direção e dramaturgia de Norberto Presta. Em 2017, participou como provocadora cênica do trabalho “Entre o Óbvio e o Nunca Visto” de Cora Laszlo, contemplado pelo Proac 2017. Em 2021, realizou a direção do espetáculo “Soma”, um diálogo entre dança e aéreos circenses do grupo Casa do Pano, contemplado pelo Proac 2020.

Durante a quarentena do Covid-19, participou da programação do Sesc ao Vivo Em Casa com Sesc, com a dança/live “Proximidade: um olhar para o avesso” e da programação Corpos em Quarentena do Sesc Campinas, com a dança “Só sob o Sol”, ambos disponíveis no canal do Youtube do Sesc.

Prêmios

  • Prêmio “Denilto Gomes de Dança – 2021”, pelo Projeto Verdes e Ouvirdes
  • Prêmio “Denilto Gomes de Dança – 2018”, por sua Trajetória na Dança
  • Prêmio “Denilto Gomes de Dança – 2015”, pela coreografia do solo NADA PODE TUDO
  • Finalista do “Prêmio Governador do Estado de São Paulo – 2015”, com o solo NADA PODE TUDO
  • Finalista do “Prêmio APCA de Dança – 2016”, com o solo “Corpo Sentado”

Premiações/editais

  • Prêmio Proac – 2020, montagem de “Verdes e Ouvirdes”. Direção: Norberto Presta
  • Prêmio Proac – 2020: como diretora do espetáculo “Soma”, do grupo Casa do Pano
  • Prêmio Proac – 2017: como provocadora cênica de “Entre o Óbvio e o Nunca Visto”
  • Prêmio Proac – 2015, circulação de “Corpo Sentado”. Direção: Norberto Presta
  • Prêmio Proac – 2014, montagem de “Nada Pode Tudo”. Direção: Norberto Presta
  • Prêmio Proac – 2012, circulação de “Cá entre Nós”. Direção: Norberto Presta
  • Prêmio Proac – 2011, circulação do solo “Clariarce”. Direção: Norberto Presta
  • Prêmio Proac – 2010, montagem de “Cá entre Nós”. Direção: Norberto Presta
  • Prêmio Proac – 2009, montagem do solo “Clariarce”. Direção: Norberto Presta
  • Prêmio FUNARTE Myriam Muniz – 2007, com “Fuga!”. Direção: Norberto Presta
  • Prêmio FUNARTE Klauss Vianna – 2006, como diretora de “A gravidade como hábito”, com o grupo de dança-teatro Obara
  • Prêmio Caixa Cultural – 2006, como idealizadora e curadora do evento “Roda: girando diálogos de dança”, realizado em Brasília/DF

É membro da Cooperativa Paulista de Dança.

Mais informações na Plataforma Lattes.